Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Sab | 26.03.16

Passar muito tempo sentado faz mal à saúde

José Guimarães
Vivemos atualmente num mundo onde as máquinas fazem muito do trabalho que antigamente era feito por pessoas, o que, naturalmente, elimina a necessidade de trabalho manual. Daqui resulta que grande parte do trabalho feito hoje em dia é do tipo sedentário, em casa ou em escritórios, onde passamos 8 ou mais horas do nosso dia fechados. Com isto, não admira que surjam estudos que indicam que, em média, passamos mais de metade dos nossos dias sem atividade física (sentados em frente a um computador, a ver televisão, a conduzir, etc). Se por um lado a tecnologia traz benefícios óbvios, como ter mais coisas feitas em menos tempo, por outro, o que nos liga uns aos outros hoje em dia à velocidade de um click também pode ter o seu lado negativo. Passar grandes períodos de tempo sentados pode causar problemas crónicos, como dores de costas, má postura e mesmo doenças potencialmente mortais, como diabetes, doenças cardiovasculares e obesidade. Se passam muito tempo sentados no vosso local de trabalho, dêem uma vista de olhos a alguns dos exemplos negativos que isso pode acarretar para a vossa saúde:

Problemas nos ombros, pescoço e cérebro

Estar em movimento significa que vamos ter mais oxigénio a circular pelo nosso corpo, o que nos ajuda a manter um pensamento claro e focados. Estar sentados por longos períodos de tempo faz com que o fluxo de oxigénio e sangue que irriga o cérebro diminua, diminuindo a nossa capacidade de raciocínio. Além disso, estar em frente a um computador coloca uma enorme pressão no nosso pescoço, particularmente na zona cervical, que liga a coluna à cabeça. Uma má postura também prejudica as costas e os músculos dos ombros, já que faz com que estes fiquem demasiado estendidos durante grandes períodos de tempo.

Problemas de costas

Um dos problemas mais comuns ocorre ao nível das costas, já que as más posturas contribuem grandemente para causar dores de costas, colunas com pouca flexibilidade e danos nos discos intervertebrais, comprimindo-os. Estar em movimento faz com que os discos intervertebrais se mantenham macios, podendo assim expandir e contrair com facilidade. As hérnias lombares ocorrem com mais frequência em pessoas que passam longos períodos de tempo em frente a um computador.

Degeneração muscular

A posição de sentado não requer a utilização dos músculos abdominais. E ficar sentado durante muito tempo diminui a flexibilidade geral, particularmente nas ancas e costas. Umas ancas flexíveis ajudam no equilíbrio geral do corpo, mas por ficar demasiado tempo sentados, o músculo flexor da anca encurta e fica tenso. Os glúteos também se tornam mais moles, depois de longos períodos sem utilização, o que reduz a capacidade de caminhar e de manter o corpo estável.

Deterioração dos orgãos

Ficar sentado por longos períodos de tempo causa problemas ao nível do coração e aumenta o risco de cancro no cólon. Estes problemas são causados pela produção exagerada de insulina, devido à inatividade e baixo fluxo sanguíneo para os órgãos. Movimento regular ajuda a combater as células com potencial cancerígeno, aumentando os antioxidantes que eliminam os radicais livres que se apoderam do corpo. A produção exagerada de insulina também causa um aumento generalizado de peso, o que contribui para adiabetes e para a obesidade.

Problemas nas pernas

Obviamente, ficar sentado durante muito tempo vai prejudicar a circulação sanguínea nas pernas. Isto vai fazer com que o sangue se acumule na zoa dos tornozelos, provocando inchaços, varizes e até coágulos. Uma outra consequência é que os ossos se tornam mais fracos e menos densos. A atividade regular, como caminhar ou correr, ajuda a que os ossos se mantenham fortes e densos. Uma sociedade mais sedentária pode muito bem explicar porque é que hoje em dia tantas pessoas sofrem de osteoporose.

Como combater esta epidemia geral de inatividade?

Antes de mais, se têm mesmo que ficar sentados durante o vosso dia de trabalho, certifiquem-se que se sentam direitos e evitam afundar-se na cadeira, ou inclinar-se sobre o teclado. Experimentem sentar-se em cima de uma bola de pilates, pois isso vai forçar os músculos abdominais a trabalhar e manter o corpo numa posição naturalmente erecta. Depois, façam os possíveis por se levantar de vez em quando para alongar o corpo. Quantas vezes por dia? Pelo menos uma vez em cada 30 minutos, de acordo com os peritos. Levantem-se e caminhem um pouco pelo escritório, pois vai ser o suficiente para fazer com que o sangue flua, permitindo uma melhor oxigenação do cérebro e dos músculos. Finalmente, praticar uma atividade como yoga ajudará a manter a flexibilidade dos músculos, permitindo também à mente relaxar e descomprimir do stress do trabalho. Uma alternativa é uma mesa de trabalho alta, pois podem trabalhar sentados ou em pé, o que permitirá ao sangue e oxigénio fluir com maior facilidade ao longo de todo o corpo, reduzindo o risco de formação de coágulos, ou outros problemas de saúde. sentado_desedentarioamaratonista
Fonte: Power of Positivity