Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Sedentário a Maratonista

A motivação também se treina!

Qua | 06.04.16

O Dia Mundial da Atividade Física

José Guimarães
Foto: Eu e o João Nuno, depois de concluirmos o UTMB em 2015 Quis o destino (ou sabe-se lá mais o quê) que hoje se comemorasse o Dia Mundial da Atividade Física. Precisamente hoje, no dia em que eu comemoro 42 primaveras. Por um lado, talvez seja bom aproveitar a efeméride para relembrar que hoje, como em qualquer outro dia, a atividade física, ou melhor, o movimento "contínuo" é um ato que não nos devemos esquecer de praticar, a bem da nossa saúde. A física - claro - e a mental, cada vez mais importante. Por outro lado, abrindo portas às coincidências, talvez este dia de comemoração dupla (pelo menos no meu caso) represente um daqueles sinais, que tantas vezes nos passam à frente do nariz e que outras tantas vezes não ligamos. Mas que devemos aprender a não ignorar. Não me querendo alongar muito, gostaria de tirar uma conclusão deste dia especial. Talvez seja importante refletir sobre o período da minha vida que me levou a começar a correr e o que me motivou a tal. Talvez seja importante não esquecer o motivo que, naquele momento, me fez pegar nos ténis num dia chuvoso e ir para a praia correr. Foi o dia em que voltei a praticar desporto. Foi o dia em que voltei a praticar atividade física. Não somente por ela própria - que na altura tanto me faltava - mas também pela necessidade de pensar e repensar nos meus objetivos, aquilo que de mais "meu" eu tentava rebuscar dentro de mim e não encontrava, mas que vim a (re)descobrir mais tarde em momentos a trote, a transpirar (e também a ofegar) numa prova, ou no ginásio, com amigos, pessoas queridas ou até mesmo sozinho, a acompanhar um nascer do sol junto ao Tejo, ou a respirar o ar puro e frio de uma montanha. Tudo (ou quase tudo) enquanto corria. Correr tornou-se, portanto, na minha atividade física de eleição e trouxe outras tantas modalidades por arrasto. Correr permitiu-me não só voltar a ser saudável, mas também ter um escape ao rebuliço de dias atarefados e stressantes que todos nós enfrentamos diariamente. Correr é também a minha forma de meditação, de parar por um momento e - simplesmente - pensar em mim, nos outros e no que me rodeia. Parabéns... para mim e para todos aqueles que já praticam ou que estão a começar a praticar atividade física. Os que ainda não o fazem, deixo o desafio no ar: pensem em vós, no que gostariam de fazer, que objetivos gostariam de alcançar e vão à luta! E se no caminho precisarem de ajuda, podem contar comigo. Nota: já depois de escrever este texto, também descobri (graças ao Google) que hoje se comemora o 120º aniversário dos primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna... bonito, não? ;)